Saudades, Irlanda!
Tuesday May 19, 2015 | Irlanda, Pessoal

Esses dias encontrei o blog da Taís e comecei a pensar no quanto sinto falta da Irlanda.

fotoirlanda2

Esse lugar era meu favorito na cidade. Hellfire Club, no alto da Mountpellier Hill

A doce Ilha Esmeralda sempre vai ser minha segunda casa. Foi mudando pra lá que deixei meu velho “eu” para trás, foi o primeiro país europeu que coloquei os pés, foi meu primeiro contato direto com a língua inglesa. A Irlanda foi a melhor bomba que explodiu na minha vida.

Irlanda, uma fazenda gigante.

Tive a oportunidade de viajar bastante no país, conheci lugares maravilhosos. A experiência de morar lá resgatou em mim aquilo de “fazer algo pela primeira vez“, que há muito eu não fazia, e graças a Irlanda, isso se tornou rotina.
Eu morei em Dublin, capital do país, e tinha todo Q de cidade grande, mas do tamanho de uma cidade do interior de São Paulo, por exemplo. Isso me fascinou, sim, durante alguns meses. Eu tinha um país inteiro pra descobrir, uma cultura maravilhosa pra explorar.

foto3

Mas, aos poucos, eu fui cansando. As coisas perderam a graça, o fish & chips perdeu o sabor, os dias pareciam mais cinzas e a chuva e vento constantes não me faziam sorrir mais. Os bares esfriaram, os shows não eram mais frequentes, meus amigos gringos começaram a retornar ao seu país de origem, os amigos locais sumiram. As sextas-feiras já não tinham mais a mesma graça e o bar Bruxelles passou por uma reforma que foi, definitivamente, um divisor de águas.

Mudamo-nos para a Itália, e foi exatamente igual. Aquele início caloroso, mas dessa vez sem amigos, e numa cidade pequena (20 minutos de Firenze).
Onde estão os pints de Guinness?
Onde está a Garlic & Cheese Fries do Supermac’s?
Cadê o burrito do Pablo Picante?
Onde foi parar o pub The Black Sheep, que era na esquina da minha casa?

F*cking miss you, my sweet Ireland.
Oh yeah, I really do!

Desde que comecei o blog não tinha uma lista com links, mas agora tem :) Coloquei alí ao lado alguns que visito sempre, e blogs de pessoas que tem blog há anos (como a Larissa e a Fernanda). Nem sei se ainda existe isso de troca de links nessa blogosfera moderna, haha Mas aos poucos vou adicionar todos os que eu costumo visitar e gosto.
Na página de links coloquei os blogs de viagem, que eu adoro ler :) Confere, de repente o seu tá lá na lista!

9 comentários


Ahoj!
Tuesday May 5, 2015 | Pessoal

Lê-se arroi e quer dizer Olá na língua Tcheca. Tá! Mass hein? Tcheco?
É… Eu, quem vos escreve, mudei novamente e cá estou em terras que pertenciam a antiga Tchecoslováquia – aka atual República Tcheca e Slovakia.

Desde o último post, em fevereiro, as coisas mudaram bastante. Mas não muito.
Me casei com meu até então namorado, e como já estávamos planejando, nos mudamos pra República Tcheca. Chegamos no dia 14 de março, logo faz um mês e por incrível que pareça, já estamos bastante familiarizados com o país (com Praga, capital, pra falar a verdade). Em 10 dias arrumamos um apartamento e em uma semana o mobiliamos quase que por completo. O problema é que o apartamento é tão grande que faltam alguns móveis pra preencher esses espaços e o outro quarto vazio. Vocês podem imaginar um apartamento de 100m2 pra um casal? É muito grande! Mas está tudo certo, pois o aluguel + contas somam o valor do que pagávamos em Dublin, e é 4 vezes maior que nosso cafofinho na capital irlandesa.
Então, todos felizes.

Passei três meses no Brasil, fui pro sul pela primeira vez, revi pessoas que gosto muito e minha família. Foi bastante difícil vir embora – de novo – mas a vida é assim, cês sabem que as coisas não são fáceis e aquele blá blá blá que todos conhecem. Pelo menos eu trouxe doce de leite, farinha de mandioca e polvilho pra fazer pão de queijo… Isso já me deixou feliz.

Em pouco tempo percebi algumas mudanças, em tudo. Primeiro porque no Brasil eu só comi e isso me fez ganhar alguns quilos – como se eu já não tivesse muitos, né? – então decidimos mudar alguns hábitos alimentares que eram bem errados, e passamos a optar por caminhadas ao transporte coletivo/taxi. Controlar o dinheiro é algo que está na meta também, bem como arrumar um emprego por aqui.
Desde que moramos juntos, não tínhamos mesa de jantar, e dessa vez compramos uma, temos feito nossas refeições sempre na mesa, e sabem que isso nos aproximou mais ainda? Pode ser coisa da minha cabeça, mas esse sentimento de sentar à mesa nas refeições faz eu me sentir muito bem. Vai entender…

Praga - visão da janela do meu quarto

Essa foto é a visão que tenho da janela do quarto, rua Táboritská. O que mais me agrada é que, lááá ao fundo você consegue ver o castelo da cidade, e logo alí é o lugar onde o sol se põe, então: vista linda todos os dias do verão.

Essa cidade além de linda, tem mil coisas pra fazer: shows, festivais de cerveja (muitos, acredite!), festivais de hambúrguer, cheesecake, de tudo eu diria, baladas, mil eventos culturais e artísticos o tempo inteiro. É perto da Austria, da Slovakia, da Alemanha, de carro é óh, dois pulos! Só preciso me matricular nas aulas de direção :)

Querer voltar a blogar como alguém normal eu quero, mas esse início aqui tá bem tumultuado e movimentado, acho que vou demorar a aparecer novamente.
Mas, fiquem bem! Em breve dou notícias.

2 comentários